A expressão artística das ruas

06 de Setembro - 2018

Considerado por muitos anos como uma forma de poluição visual, o grafite é uma das formas mais comuns de arte puramente urbana. A forma de expressão, que integra a arte contemporânea, ganha cada vez mais espaço, transformando espaços públicos com suas cores e traços.

 

Definido por Norman Mailler como “uma rebelião tribal contra a opressora civilização industrial”, o grafite surgiu entre os anos 60 e 70, espalhando-se pelos muros da capital francesa, Paris. As manifestações iniciais faziam parte daquilo que foi chamado “Revolução Cultural”. Mais para frente, o grafite chegou também ao outro lado do oceano, nas ruas de Nova York. O mais conhecido grafiteiro da época foi Jean-Michel Basquiat, com suas mensagens marcando os prédios abandonados de Manhattan.

 

No Brasil, o grafite chegou no fim dos anos 1970, principalmente em São Paulo. Da cidade, espalhou-se pelo país. Atualmente, um dos mais conhecidos grafiteiros do mundo é brasileiro. O artista Kobra espalha sua arte pelos muros ao redor do mundo, sendo “O beijo”, no High Line em Nova York, seu trabalho mais conhecido. Além disso, o Beco do Batman, em São Paulo, tornou-se um dos principais pontos turísticos da cidade. O espaço conta com diversas paredes que são grafitadas, permitindo que vários artistas deixem sua marca nas ruas.

 

Ao falarmos da arte das ruas, reflete-se ainda sobre como o grafite, muitas vezes confundido com pichação, expressa principalmente as características do povo. Aparece como uma forma de crítica à vida nas cidades e seus problemas. As cores e traços dão vida às mensagens que têm forte impacto, pois transformam o espaço.

 

Os grafiteiros buscam a reflexão por meio de murais que contam com frases ou desenhos. Desta forma, surge o “Spray art”, com palavras simples e a valorização do desenho ou “Stencial art”, onde são utilizadas formas recortadas que permitem a passagem de tinta, dando forma às cores.

 

O grafite, aos poucos, é visto com outros olhos e mostra a valorização dos espaços públicos urbanos. A estética do grafite ganha novos traços e está sempre se renovando, com o surgimento de grandes artistas. O que segue através dos anos é a expressão artística presente nas ruas, levando à arte para perto da população que não teria fácil acesso em outros pontos.

Confira alguns grafites espalhados pelo mundo!

PERSOL CAXIAS

54 3028-2661
Rua Henrique Cantergiani, 101
Bairro Cinquentenário
Caxias do Sul - RS
CEP 95013-260

PERSOL PORTO ALEGRE

51 3222-0670
Rua Voluntários da Pátria, 2576
Bairro São Geraldo
Porto Alegre - RS
CEP 90230-010

PERSOL SC

48 3259-7472
Rua Gerônimo Medeiros, 218
Bairro Flor de Nápoles
São José - SC
CEP 88106-010

PERSOL JUNDIAÍ

11 4537-1111
Av José Benassi, 2696 Lote 04 QD AO
Bairro Parque Residencial Jundiaí (FAZGRAN)
Jundiaí - SP
CEP 13213-085

PERSOL BA

71 3379-5249
Rua Everaldina Bonfim da Paz, 504
Bairro Itinga- lot. Pérola Negra
Lauro de Freitas - BA
CEP 42.700-000